segunda-feira, 30 de abril de 2012

Rim

Como sempre tinha outros post salvos mas, diante de tudo o que passei (e como já somos íntimos não é mesmo?) resolvi subir este que acabo de escrever, nesta segunda chuvosa, deitada em minha cama!
Vó pensei na senhora quase que o tempo todo!
E o pior, não é por preguiça, ou qualquer coisa do gênero! São por ordens médicas! No último mês eu acho, frequentamos o hospital por diversas vezes, sempre com familiares, mas nesta última semana a escolhida fui eu!
Comecei achando que não era nada grave, fui muito mal atendida no primeiro hospital que fui! As marcas ainda estão no meu braço (querida enfermeira, quando eu te falei que o cateter estava doendo, não estava brincando!)
Fui a outro hospital, e aí percebi o quanto as pessoas ainda são humanas, eu me contorcendo de dor no rim, chorando, e fui prontamente atendida!
Até aí achávamos, eu a médica, e todo mundo que eu estava com pedra no rim (acho que fiquei branca quando ela cogitou a possibilidade de ter que fazer a cirurgia), mas continuei fazendo carão! Me convencendo que nada daquilo aconteceria....
Nem imaginava o que ainda estava por vir!
Foi então que a espera começou, vi meus pais e meu namorado indo e voltando pelos corredores, até que o resultado da tal tomografia com iodo (um adendo para isso, que coisa horrível, a mulher vira e me diz, Sra. Daniela agora a senhora vai sentir uma sensação de como se estivesse fazendo xixi, e não é que eu senti mesmo, quase acreditei na veracidade dos fatos se é que me entendem!), foi diagnosticada  pielonefrite aguda!
Eu também não entendi, mas logo após isso vieram quatro palavras (ou as que eu consegui prestar atenção) Internada e Perder o Rim!
Vi todo mundo desabar, meus pais e meu namorado ainda tentaram fazer cara de "calma, tudo vai melhorar"!
Sem fazer deste post mais longo, acabei por assinar uma "alta pedida", para procurar uma segunda opinião!
Meu médico disse que eu preciso de alguns cuidados, mas que é para manter a calma!
Acho que este post é mais um agradecimento, por todas as pessoas que ligaram, que me mandaram mensagens, que estiveram ao meu lado!
E "vamo que vamo", porque ter dois rins é fácil, difícil mesmo é mantê-los!


Nenhum comentário:

Postar um comentário