sexta-feira, 5 de outubro de 2012

As tais para a vida toda!

http://catiajeronymoecia.blogspot.com.br/2011/05/pooh-baby.html
Demorei um pouco para escrever este post, acho que até mais tempo do que deveria, mas agora saiu! Ultimamente tenho analisado muitas pessoas falando nessas redes sociais de meu deus... sobre amizades que antes eram para sempre ou para a vida toda e de uma hora para outra simplesmente acabam!
Fiquei realmente pensando em tudo o que vi até agora!
E realmente não é para ninguém ou é para todos... 
O que mais me intrigou foi ver que muitas pessoas diziam que as outras eram insignificantes, que não perderiam mais seu tempo e blábláblá.. e estavam lá mandando indiretas ou diretas ridículas e se confundindo ainda mais.. já que elas ainda estavam perdendo (ou até hoje perdem) seu precioso tempo cuidando da vida de pessoas que elas querem no seu dia-a-dia, mas não vivem sem se alfinetar!
Sempre tive alguns amigos, poucos que eu realmente considero, que eu divido a amizade, meus problemas, minhas alegrias e tudo mais, e acho que é exatamente por isso que eu ainda me surpreendo com tanta falsidade!
Com pessoas que trocavam declarações de amor, hoje só faltam "trocar tiros"!
E eu pensava que quando eu crescesse as pessoas seriamum pouco mais maduras, pararíamos de brincar de "estou de mal de um, de bem do outro" para colocar na balança se compensa ou não dar um atributo como o de "amigo" a qualquer pessoa!

Enfim, acho que realmente amigos são poucos e não os que são convenientes!
Melhor os poucos, mas os bons!

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Dê Generosamente!

http://mikaelepensamentos.blogspot.com.br/2009/05/zele-por-voce.html
Já fazia um tempo que eu queria (escrever mais aqui, eu sei, mas a correria, ou a falta de inspiração são problemas que tenho encontrado constantemente em meu dia-a-dia) postar este texto! Antes, vou contar como o conheci: Estávamos eu e meus queridos amigos, amados e que eu tenho saudades imensas (Renato, Paty, Nay, Nath, Nicole e Bia) em um bar na Augusta (Athenas, que entre outras muitas coisas gostosas, a bolinha de queijo se supera)! Enquanto esperávamos uma mesa percebi, Eu e Paty, este texto, que li, reli, e ainda tirei uma foto (que por sinal ficou horrorosa) , então acabei perdendo o texto já que não lembrava dele todo! Quando fuçando muito por esta internet de meu Deus, o encontrei!
Acho que ultimamente tenho até muita vontade de escrever e a inspiração até que vem (eu sei falei que não tinha no começo mas irei me explicar), mas todas elas sinceramente eram de sentimentos não muito agradáveis! Quem me conhece e está convivendo comigo está percebendo que eu estou mais quieta, mas é porque resolvi fazer ainda mais reflexões sobre tudo o que vejo, e eme poupar de entrar em confusões!
Acho realmente que as pessoas deveria usar aquele clichê "Viva a vida como se não houvesse amanhã", mas, hoje lendo novamente este texto vou TENTAR colocar mais coisas dessas em prática! Amar mais, me importar menos (acho que este, estou colocando mais em prática, mas este é um assunto para outro post), juntar-me com meus amigos, lutar por aquilo que acredito, enfim zelar por mim, serão os primeiros a serem colocados em prática!

*Hoje, é aniversário de uma das pessoas mais importantes na minha vida, minha avó, Dona Maria Martins,obrigada por me ensinar, por me amar, por brigar comigo, por me ajudar, por estar ao meu lado! Te amo muito, minha papudinha!

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Quebra Gelo

http://www.meninosemeninas.com.br/jogo-quebra-gelo.html
Assistindo essa semana ao programa Roda Viva que tinha como entrevistado o humorista Rafinha Bastos, algumas coisas que ele falou me fizeram refletir...
A primeira é que ele não estava nem aí para o que falavam dele ou de uma piada já que ele não tinha controle da repercussão , outra que o ser humano tem uma tendência a buscar ser aceito em qualquer lugar sempre!
Parei para pensar que é difícil falar de fraquezas, pelo menos para mim, já que algumas pessoas podem se valer disso e me provocar.
Acho realmente que criamos armaduras para que ninguém pegue em um ponto fraco, ou "para que feridas não sejam abertas"!
Lembro que neste jogo "Quebra Gelo" era preciso achar a fraqueza para derrubar o urso!
E esses dois pontos levantados pelo humorista são duas fraquezas que pontuei!
Percebi com as pedras que sempre tento saber a repercussão de algo, que tento saber o que a fulana achou... 
E que eu não tenho controle sobre isso, já que MUITAS vezes, sem mesmo ter feito nada, as pessoas gostam de provocar...
Acho realmente que para quebrar o gelo e derrubar alguém não precisa de nada, ou de muito!
Não que eu queira derrubar alguém, longe de mim, quero só afastar aqueles que não querem nada a não ser me ver sofrer, por isso estou exercitando a coisa mais difícil que para mim sempre foi o SILÊNCIO!
O silêncio para me distanciar, para assistir tudo de longe e apenas dizer:
- Que vou deixar cobrinhas, falarem merda sobre o que eu faço ou não, já que sobre isso eu não tenho controle! (palavras de Rafinha Bastos e que desde segunda feira tenho colocado em prática)!

quinta-feira, 5 de julho de 2012

Pateta

http://cantinhodisney.blogspot.com.br/2012/04/pateta.html
Não sei se já deu para perceber que quando criança eu nunca fui muito menininha, sempre adorei futebol e video game, mas aqueles de luta sabe?!
Não seria diferente quando o assunto era: Qual seu personagem favorito? Sempre amei o Pateta! Acho que quem convive comigo até percebe uma semelhança, enfim.. sempre amei ele!
Me deparei nesses últimos meses com situações envolvendo pessoas que eu considerava "patéticas" e ele sempre me vinha em mente! Sempre discordando... eu adoro o Pateta, e tem muita gente patética que poderia simplesmente desaparecer como apareceu na minha vida, como em um passe de mágica!
Acho que esse é mais um post de desabafo!
Como já deixei claro aqui, nunca pedi para ninguém morrer de amores por mim! Nunca pedi pra ninguém colocar minha foto na parede do quarto e me adorar, mas sempre pedi, e muitas vezes achei que certas pessoas poderiam ser simplesmente educadas, ou melhor, terem educação (mas acho que não, de algumas não dá para esperar algo que elas mesmas não tem, e EDUCAÇÃO é uma delas)!
Acho que o que mais me magoa e intriga hoje (sim, situações idiotas ainda me atingem, e também sei que isso é uma fraqueza minha, e eu to tentando), é não saber nem o motivo que eu dei para uma certa pessoa não gostar de mim, e o pior, o que leva alguém a humilhar outra?
Acho realmente que já passei da idade de ficar brincando de irritar alguém, já que tenho mais o que fazer da minha vida, mas realmente isso me incomoda muito!
Saber que alguém é baixo ao ponto de magoar outra!
Minha mãe diz que as pessoas são colocadas na nossa vida para testar alguma coisa, acho realmente que este teste de paciência tem me irritado um pouco, já que vejo "nego se fazendo de feliz, porque eu sei que na realidade não é, e querendo destruir a felicidade dos outros"!
O problema como meus amigos diziam é a falta de uma boa surra quando criança, ou a falta de homem! Só vejo essas duas possibilidades!
Acho que as pessoas tem mesmo que testar a paciência dos outros, mas na cara, na frente, não por trás por medo de sofrer consequências!
Assim como o Pateta eu vivo minha vida bem³ e não vai ser qualquer uma que vai estragar tudo o que construí!

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Águas e Felicidade

Um dos motivos para existir sempre um sorriso na minha "cara"!
Te amo muito!
Hoje, logo pela manhã, vi dois senhores um pouco "alegres" (para não dizer "trêbados"), e um deles falando bem alto: O que é felicidade?
Continuei dirigindo cuidadosamente, já que um deles ameaçou beijar meu carro bem de perto, mas fiquei relembrando que há exato um ano atrás, tinha uma ideia totalmente diferente de felicidade!
E é sobre ela que resolvi escrever!
Lembro que em um passeio com a minha mãe, conversávamos sobre o futuro e como buscaríamos nossos sonhos! E como tudo parecia bem distante!
Acho que o fim do ano passado foi um divisor de águas! A faculdade terminou com uma nota M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-A!
Os nossos sonhos foram se realizando de uma forma tão rápida, e coisas que estávamos programando para acontecer em  2014, começaram a se encaminhar em 2011!
Encontrei alguém muito³ especial, que me completa, que me ama, que eu amo, que eu admiro e tudo mais!
Enfim, como já disse várias vezes aqui, a felicidade, pelo menos para mim, é cíclica, nunca estamos felizes por completo!
Hoje, realmente ela mudou! E quero ser feliz de uma forma diferente!
Se é que isso é possível...

quarta-feira, 9 de maio de 2012

Vamos?

http://www.mathematik.uni-bielefeld.de/~sillke/Twister/

Acho que já deu para entender, ao longo de tantos posts, que eu acredito que a vida seja um eterno jogo! Mudam-se os tabuleiros, os cenários, os oponentes, mas, o jogo está aí para ser jogado! 
Diante de tantas situações inusitadas, acredito que essa minha ideia tenha se transformado um pouco, e vou aqui explicar! Em primeiro lugar, sou Ferazzini, não posso generalizar que todos são iguais, mas uma característica muito marcante em mim e no meu pai é que: “Pagamos para não entrar em uma briga, mas quando entramos, pagamos o dobro para não sair.”
Hoje, acredito que tem gente que faz um jogo particular, sempre odiei isso!
A pessoa acaba sendo diferente perante algumas situações (se não tiver dando para entender, calma, eu explico)!
Quando ela está acompanhada, ela é uma, quando está sozinha é outra totalmente diferente!
Sempre odiei isso! Uma única vez fiz isso, e sinceramente me senti muito mal! Acho que acaba não fazendo bem para ninguém! Até pensei em entrar nesse jogo! Jogar esta partida, mas decidi não fazer!
Resolvi deixar meu oponente ganhar! Prefiro ficar na minha e não ser falsa do que mentir pra mim mesma!
Decidi me afastar! 
Estando o oponente em casa, na minha frente ou no inferno, eu não vou jogar mais!
Acho que é por isso que o twister e a maioria dos jogos só se joga com mais de um jogador!

segunda-feira, 30 de abril de 2012

Rim

Como sempre tinha outros post salvos mas, diante de tudo o que passei (e como já somos íntimos não é mesmo?) resolvi subir este que acabo de escrever, nesta segunda chuvosa, deitada em minha cama!
Vó pensei na senhora quase que o tempo todo!
E o pior, não é por preguiça, ou qualquer coisa do gênero! São por ordens médicas! No último mês eu acho, frequentamos o hospital por diversas vezes, sempre com familiares, mas nesta última semana a escolhida fui eu!
Comecei achando que não era nada grave, fui muito mal atendida no primeiro hospital que fui! As marcas ainda estão no meu braço (querida enfermeira, quando eu te falei que o cateter estava doendo, não estava brincando!)
Fui a outro hospital, e aí percebi o quanto as pessoas ainda são humanas, eu me contorcendo de dor no rim, chorando, e fui prontamente atendida!
Até aí achávamos, eu a médica, e todo mundo que eu estava com pedra no rim (acho que fiquei branca quando ela cogitou a possibilidade de ter que fazer a cirurgia), mas continuei fazendo carão! Me convencendo que nada daquilo aconteceria....
Nem imaginava o que ainda estava por vir!
Foi então que a espera começou, vi meus pais e meu namorado indo e voltando pelos corredores, até que o resultado da tal tomografia com iodo (um adendo para isso, que coisa horrível, a mulher vira e me diz, Sra. Daniela agora a senhora vai sentir uma sensação de como se estivesse fazendo xixi, e não é que eu senti mesmo, quase acreditei na veracidade dos fatos se é que me entendem!), foi diagnosticada  pielonefrite aguda!
Eu também não entendi, mas logo após isso vieram quatro palavras (ou as que eu consegui prestar atenção) Internada e Perder o Rim!
Vi todo mundo desabar, meus pais e meu namorado ainda tentaram fazer cara de "calma, tudo vai melhorar"!
Sem fazer deste post mais longo, acabei por assinar uma "alta pedida", para procurar uma segunda opinião!
Meu médico disse que eu preciso de alguns cuidados, mas que é para manter a calma!
Acho que este post é mais um agradecimento, por todas as pessoas que ligaram, que me mandaram mensagens, que estiveram ao meu lado!
E "vamo que vamo", porque ter dois rins é fácil, difícil mesmo é mantê-los!